Blog
Choque de géneros na nova série original “Kevin Can F Himself”

 Não é só comédia, nem é só drama, "Kevin Can F**k Himself" coloca as convenções televisivas de lado e traz-nos algo completamente novo e original. Os novos episódios chegam todas as segundas pelas 22h50 ao AMC.

Esta nova série da AMC, criada por Valerie Armstrong, coloca a sua experiência no desenvolvimento da comédia “Lodge 49” e no drama “SEAL Team” para nos dar uma nova série original que mistura os dois géneros e vai mais além, distanciando-se das criações que vieram antes dela.

Este novo projecto acaba de chegar ao pequeno ecrã, no entanto o seu choque de géneros já conquistou fãs um pouco por todo o mundo.

Em "Kevin Can F**k Himself", Annie Murphy dá vida a Allison McRoberts, uma dona de casa perfeita, típica de qualquer sitcom tradicional. Mas a vida quotidiana de uma família de classe média não é tão cor de rosa quanto Kevin, o marido de Allison que acreditar, e assim que esta dona de casa sai do círculo de influência do marido, toda a realidade se altera, revelando um mundo caótico, cheio de drama, mentiras e traições.

De forma a nos dar os dois pontos de vista a esta história importante, a série combina duas técnicas completamente diferentes para a criação dos episódios. Os momentos de sitcom são coloridos e realizados com uma produção que utiliza múltiplas câmaras, já os momentos de drama são mais sombrios e filmados simplesmente como uma câmara, tornando todo o ambiente do mundo real em algo ultrarrealista.

O elenco desta inovadora série conta com Annie Murphy (“Schitt’s Creek“), Mary Hollis Inboden (“The Real O’Neals”), Eric Petersen (“Kirstie”), Alex Bonifer (“Superstore”), Brian Howe (“Chicago Fire”) e Raymond Lee (“Here and Now”).

VÊ MAIS NO BLOG: JOAQUÍN GUZMÁN PREPARA-SE PARA EXPANDIR OS SEUS HORIZONTES EM "EL CHAPO"