Desafiamos-te a testares o teu conhecimento sobre o drama sobrenatural do AMC!

PREACHER_211_JESSE-

A estreia da terceira temporada de “Preacher” é o principal destaque do mês no AMC. A história acompanha o pastor Jesse Custer, a sua ex-namorada Tulip e o vampiro irlandês Cassidy numa jornada à procura de Deus. O trio acaba por se envolver numa batalha entre o céu, o inferno e tudo entre estes dois mundos. “Preacher” já está no terceiro ano, mas será que sabes tudo sobre a série sobrenatural?

É BASEADO NUMA BANDA-DESENHADA
Vamos começar pela curiosidade mais óbvia. A banda desenhada original foi criada em 1995 e esteve disponível durante cinco anos, antes de terminar no outono de 2000. Além das edições mensais que contavam a história principal, a Vertigo também lançou cinco especiais e uma minissérie de quatro partes intitulada “Preacher: Saint of Killers”.

A banda-desenhada controversa tem como autor o famoso escritor de BD Garth Ennis e como ilustrador Steve Dillon, com capa de Glenn Fabry. O título tornou-se num clássico de culto com uma base de fãs dedicada

É FORTEMENTE INFLUENCIADA POR WESTERNS
“Preacher” é inspirada por duas grandes fontes: westerns e o livro “Holy Blood, Holy Grail”. A influência dos westerns é evidente nos cenários e no estilo visual, mas também na premissa de uma pessoa solitária numa jornada à procura de Deus. A personagem Saint of Killers também é claramente inspirada dos westerns antigos: desde a sua aparência física até à sua história e personalidade.

Publicado em 1982, “Holy Blood, Holy Grail” supõe que Jesus Cristo e Maria Madalena eram apenas pessoas reais e que eles se casaram e tiveram filhos. De acordo com o livro, os seus descendentes ainda hoje estão vivos, envolvidos em conspirações de poder. O título influenciou o carácter mais religioso da banda-desenhada de “Preacher”, e até inspirou Dan Brown a escrever o best-seller “O Código Da Vinci”, em 2003.

 

Preacher - Corpo BlogueO TRIO DE PROTAGONISTAS JÁ PARTICIPOU EM SÉRIES DE SUPER-HERÓIS ANTES
“Preacher” não marca a estreia do trio de atores principais numa série que adapta uma história de banda-desenhada. Na verdade, dois atores já participaram no Universo Cinematográfico da Marvel. Dominic Cooper interpretou o jovem Howard Stark nos filmes e na série “Agente Carter”, enquanto Ruth Negga interpretou Raina em “Agentes de S.H.I.E.D.”, da ABC.

Apesar de Joe Gilgun nunca ter entrado para o MCU, o ator já interpretou um super-heróis antes na série britânica “Misfits”. A produção acompanha um grupo de trabalhadores que recebem superpoderes depois de uma tempestade. Negga também participou no programa, embora tenha representado um papel muito menor que Gilgun.
NÃO É A PRIMEIRA TENTATIVA DE UMA ADAPTAÇÃO
Devido à sua popularidade, foram várias as pessoas que tentaram adaptar a banda-desenhada de “Preacher”. Na década de 90, os direitos da obra foram inicialmente vendidos para um filme com Garth Ennis no papel de argumentista. A certa altura, Kevin Smith iria produzir o filme, Rachel Talalay iria realizá-lo e James Marsden seria o protagonista. Contudo, a natureza controversa e violenta da banda-desenhada (juntamente com efeitos especiais que seriam dispendiosos) criou grandes dificuldades na procura de investidores. Assim, o projeto acabou por ser abandonado.

Depois disso, seguiu-se a HBO para uma possível série de televisão, com Mark Steven Johnson como responsável pelo roteiro. No entanto, até mesmo a HBO, canal conhecido pelas suas produções brutais e chocantes, recusou-a história por ser muito obscura e violenta.
Conhecias estas curiosidades de “Preacher”?

PARTILHAR esta página: