As Regras de um Synth

HUMANS, a nova série de ficção científica exclusiva do AMC emitida todas as segundas às 22:30, trata de um universo paralelo em que um Synth, um novo e revolucionário aparelho electrónico de aparência idêntica a um ser humano é um ajudante imprescindível para qualquer família. Apesar de serem uma ajuda de sonho em qualquer casa, estas máquinas obedecem a um estrito conjunto de regras, que te apresentamos em seguida.

Humans-Synths-2

  1. Os Synths não sentem nem pensam. São andróides, máquinas altamente avançadas feitas para nos servirem. Importante: nunca lhes chamamos robôs.
  1. Os Synths não podem magoar humanos ou, por inércia, permitir que um humano se magoe. O “bloqueio Asimov”, umas peças intransponíveis de código, programadas de raíz, assim o garantem. Até à data, ninguém conseguiu contornar este bloqueio e reprogramar um Synth para propositadamente magoar um humano.
  1. Os Synthetics não conseguem mentir a um humano, menos ainda aos humanos a quem estão “ligados” – a não ser no caso de condições extremas, como no caso da segurança de um usuário se encontrar em perigo.
  1. Os Synths são mais rápidos e fortes que a maior parte dos humanos. Mais a nível olimpico, que super-homem. Esta é uma medida de segurança, para que quando um Synth seja necessário numa emergência, tenha capacidades para resolvê-la.

humans-episode-102-vera-front-836

  1. Os Synths dispendem uma grande quantidade de energia e a maior parte é carregada durante a noite (6-8 horas/dia em média) através de um adaptador de corrente especial
  1. Os corpos dos Synths são feitos de uma mistura de materiais. A energia é transmitida para os seus corpos através de um fluido condutor (SYNTHETIC MAGNETOHYDRODYNAMIC CONDUCTANT), designado por “fluido Synth”, ou sangue de Synth. Este líquido azul comporta-se de uma forma semelhante ao sangue, transportando energia eletrostática em vez de oxigénio. Por exemplo, transfusões podem por vezes ser necessárias.
  1. Todos os Synths têm os olhos do mesmo tom de verde brilhante e artificial quando estão “ligados” a um utilizador. Quando estão num estado neutro sem utilizador (antes de serem vendidos por exemplo), os olhos são verde metálico. Por lei, todos os Synths têm de ter estes olhos de forma a serem facilmente indentificados.
  1. Fazer alterações não autorizadas no software de um Synth é um crime punível por lei, apesar de ser uma prática muito pouco comum.

Humans-Synths-4

  1. Todos os Synths têm uma réplica dos orgãos sexuais capaz de ter relações e de estimular o clímax. A maioria vem com “Opções para Adultos”, que apenas pode ser activada por um código único do Utilizador Principal, que torna o Synth um parceiro sexual.
  1. Quando se encontram, os Synths partilham informação frequentemente, em silêncio e por wireless, atualizando-se mutuamente com dados úteis. A maioria está “sempre online”, ligada à internet por wireless.
  1. Como qualquer outro computador, os Synths podem ter upgrades para adquirir novas skills.
  1. Os Synths não podem: comer ou beber, sentir prazer ou dor, compreender as emoções humanas, ou interpretar estados emocionais humanos complexos. Não podem ainda reproduzir-se e criar outros Synths.
  1. Os Synths, como aparelhos eletrónicos que são, não têm direitos perante a lei, tal como um carro ou um frigorífico.

Estas regras deixam-te mais descansado quanto a estes ajudantes? Se ainda não estás convencido, visita o site de Persona Synthetics.

PARTILHAR esta página: